Governadores querem ampliar por 20 anos prazo de pagamento de dívidas

O presidente interino, Michel Temer, se reúne nesta segunda-feira (20) com governadores para tratar da renegociação das dívidas dos estados e do Distrito Federal com a União.
Ao longo das últimas semanas, Temer tem recebido governadores de diversas unidades da federação para conversar sobre o assunto.
Alguns estados pedem um novo cálculo para as dívidas, ao defender que os montantes sejam corrigidos pela inflação – medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – mais 4%. Atualmente, os valores sofrem correção pela taxa básica de juros da economia, a Selic.
Secretários estaduais de Fazenda já defenderam que a equipe econômica de Temer dê uma ajuda adicional aos estados com os maiores endividamentos: Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Rio de Janeiro.
Eles defendem, também, mudanças no projeto de lei em tramitação no Congresso Nacional que trata do assunto.
Os governadores querem alongar a dívida por 20 anos, com a possibilidade de os estados pedirem carência de 100% das parcelas por dois anos, retomando o pagamento após esse prazo. A proposta original prevê carência de 40% por dois anos.

EBC

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: