AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Maduro comemora Constituinte da Venezuela e zomba de críticas dos EUA

Brian Ellsworth

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, comemorou nesta segunda-feira a eleição de uma Assembleia Constituinte que deve dar amplos poderes ao governista Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), e zombou das críticas dos Estados Unidos de que a votação foi uma afronta à democracia.

Ao menos 10 pessoas foram mortas durante protestos realizados no domingo por opositores do impopular presidente de esquerda venezuelano, que insiste que a nova Assembleia irá trazer paz depois de quatro meses de manifestações que deixaram mais de 120 mortos.

Países de toda as Américas, assim como União Europeia, criticaram a criação da Assembleia, que terá o poder de reescrever a Constituição.

Os EUA –o principal mercado para o petróleo do país-membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep)– classificaram a votação como uma fraude, e autoridades de Washington disseram estar preparando sanções contra o setor de petróleo venezuelano.

“Um porta-voz do imperador Donald Trump disse que eles não reconhecerão os resultados da eleição da Assembleia Constituinte da Venezuela”, disse Maduro a uma plateia de apoiadores entusiasmados após a conclusão do pleito.

Veja mais no Terra

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: