Artesão de Porto Grande no Amapá Restaura imagens sacras desde os 14 anos

Ele é diretor da escola municipal Amélia Bitencourt Bessa de Oliveira em Porto Grande no Amapá. Este final de semana, em visita a sua casa onde reside com a esposa Maria da Glória e os filhos, pudemos constatar in loco o talento deste artista auto-didata amapaense, de 42 anos de idade, natural de Macapá e que desde os 14 anos emprega boa parte do tempo no nobre ofício de restaurador.

Veja a entrevista:

Claudomiro Pastana aceita trabalho de restauro para igrejas e particulares e atende pelo celular: 96 9184-9649

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: