Educa

Projeto Amazonizando Sampa leva a cultura do Amapá a São Paulo

Projeto tem a intenção de aproximar a Amazônia a São Paulo ,apresentando culturas especificamente do Estados do Amapá, com cantos Quilombolas e ladrões de Marabaixo.

Marabaixo são causos vividos em comunidades, histórias de vida contadas com o toque do tambor de Marabaixo regado a gengibirra, que nos conduz a dança, a corporeidade.
Marabaixo. É a cultura tradicional do povo negro do Amapá localizado no extremo norte do Brasil essa manifestação trazida em navios negreiros, se traduz em canto, toque, histórias dança e tradição.

Gengibirra singular bebida produzida nos Quilombos da Amazônia mais precisamente no Amapá extremo norte do Brasil

Servida nas tradicionais manifestações de Marabaixo e Batuque, dando forças e energia para uma noite inteira de festejo cantando e dançando.

Os benefícios, aquece o corpo e a cordas vocais, melhorando a circulação sanguínea é afrodisíaco.

Estaremos apresentado GRIÔ IVAMAR SANTOS: Ator tocador de tambor, contador de histórias

GRIÔ SUANE BRAZÃO: Quilombola, Atriz, dançarina, cantadeira de Marabaixo e Batuque.

Serviço:
Dia 3 de dezembro de 2017, as 19h

Local: CASA PRETA

Rua Coronel Meireles 409, uma travessa da Av Amador Bueno da Veiga – Penha

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: