Baiuca

Chamada de ‘novo Instagram’, conheça a rede social Vero

Aplicativo tem quase um milhão de usuários

Vero é uma rede social que vem sendo chama de “o novo Instagram”. Lançado em 2015, só recentemente o app começou a chamar a atenção: se há cerca de uma semana sequer aparecia no top 1500, nos últimos dias, já atingiu a marca de um milhão de usuários. O app chegou a ocupar o primeiro lugar da App Store americana e terceiro na loja de apps do Google. No Brasil, já ocupa a 11ª posição no ranking de downloads para iPhone. Seus desenvolvedores dizem que querem mudar radicalmente a forma como as pessoas interagem.

A proposta é oferecer uma experiência livre de publicidades, com posts exibidos em ordem cronológica reversa, ou seja, as publicações feitas mais recentemente são as primeiras a aparecer – diferente dos algoritmos utilizados por outras plataformas, que utilizam critérios de exibição que não são muito claros para os usuários. Além de publicar fotos e vídeos, o programa permite ainda compartilhar links e recomendar músicas, filmes e livros. Tire todas as suas dúvidas sobre o Vero a seguir e veja se vale a pena baixar o app e tornar-se mais um membro da rede social.

O que é a Vero?

O Vero é uma rede social que só pode ser acessada pelo celular através de um app disponível para Android e iOS e não tem versão web ou para PC. Chamado de “novo Instagram”, conta com um visual mais elegante e funcionalidades diferentes daquelas oferecidas pela mais popular plataforma de compartilhamento de imagens. Além de publicar fotos e vídeos, o usuário pode postar links (função comum ao Facebook), bem como recomendar músicas, livros, filmes e lugares.

Diferente de outras redes sociais, que vêm utilizando algoritmos que exibem os posts a partir de critérios que os usuários não compreendem, na Vero, as publicações aparecem no feed conforme forem feitas, sem mistérios. “Você vê o que é compartilhado contigo, quando é compartilhado contigo. Você não terá que pagar para tornar sua publicação relevante ou alcançar a sua audiência”, esclarecem os desenvolvedores.

De acordo com um manifesto publicado na página oficial do app, explica-se ainda que o modelo de negócio busca fazer os usuários seus clientes e não anunciantes. O que significa também que não há a exibição de publicidade na plataforma.

Saiba mais no Tribuna Hoje

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.