Brasil e mais 8 países se unem pelo meio ambiente: água é prioridade

Nove nações participantes do Fórum Mundial em Brasília criaram um instituto global de ministérios públicos para defender recursos naturais

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, oficializou na terça-feira (20/3) a criação do Instituto Global do Ministério Público para o Meio Ambiente, que reúne integrantes dos MPs do Brasil e do mundo em torno de temas ligados à proteção dos recursos naturais, com enfoque na água.

O texto final da proposta foi apresentado na sessão conjunta do Judiciário e do Ministério Público no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, em evento integrante do 8º Fórum Mundial da Água. Além do Brasil, oito países assinam a proposta. São eles: Panamá, Costa Rica, República Dominicana, França, México, Belize, Honduras e Moçambique.

De acordo com Raquel Dodge, a iniciativa vai possibilitar o intercâmbio de experiências entre os ministérios públicos de diferentes países, na definição de uma estratégia conjunta para enfrentar o problema ambiental e da água.
Em sua fala, a procuradora-geral afirmou ser necessário cuidar da gestão e da solução de conflitos causados pela água. “Quem tem água tem poder. É muito importante que estabeleçamos um ambiente de diálogo entre instituições [sobre o tema]”, afirmou.

A procuradora-geral afirmou ainda que a carta assinada nesta terça estabelece bases comuns de proteção aos recursos hídricos. Em sua avaliação, um acordo global e comum é importante porque o que acontece em um país reflete em outros do mundo “e, sobretudo, sobre a vida humana do planeta”.

Veja mais no site Metrópoles

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.