AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Meninos presos em caverna na Tailândia: morte de mergulhador por falta de oxigênio expõe riscos de resgate

Saman Gunan, mergulhador da Marinha, desmaiou quando retornava de caverna, após levar tanques de oxigênio para meninos presos; além de novas chuvas, a queda no oxigênio na caverna preocupa autoridades.

Um mergulhador da Marinha tailandesa que participava dos esforços de resgate dos 12 meninos presos numa caverna inundada morreu ao tentar levar suprimentos ao grupo. A morte de um militar experiente evidencia os riscos do resgate dos adolescentes – alguns não sabem nadar e todos terão que aprender noções básicas de mergulho.

Saman Gunan perdeu a consciência quando estava retornando da caverna de Tham Luang, após entregar tanques de oxigênio. “A missão dele era entregar o oxigênio, e ele ficou sem o suficiente no caminho de volta”, disse o governador em exercício de Chiang Rai.

Saman foi retirado da caverna por seu companheiro de mergulho, mas não conseguiram reanimá-lo. O nível de oxigênio na câmara de ar onde os meninos estão, na caverna, caiu para 15%. O nível normal é de 21%. Por isso, as equipes decidiram levar oxigênio ao local.

Os meninos, que tem entre 11 e 16 anos, e o treinador de futebol deles entraram na rede de cavernas há 12 dias. Eles acabaram ficando presos quando uma tempestade inundou grande parte do local e bloqueou a saída principal.

Saiba mais no Terra

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: