Em evento em SP, Malala promete investir na educação do Brasil

‘A sua luta e o seu ativismo têm poder de fazer mudanças’, diz a paquistanesa durante encontro que reuniu estudantes e ativistas em sua primeira visita ao Brasil.

A paquistanesa Malala Yousafazai, ganhadora mais jovem da história a receber um Prêmio Nobel da Paz, disse na tarde desta segunda-feira (9), no Auditório Ibirapuera, em São Paulo, que vai investir na educação do Brasil. A ativista não deu detalhes sobre a parceria, mas adiantou que será anunciada em breve. É a primeira vez que ela visita o país.

“A melhor forma de melhorar a educação em qualquer país é fazer parcerias com as ativistas locais. Vamos focar nas regiões que mais precisam, como o Nordeste do Brasil, mas também vamos apoiar outras campanhas. Queremos trabalhar junto com vocês. Estou aqui para aprender e usar o Fundo Malala da melhor maneira”, disse para a plateia formada por 800 convidados, em sua maioria estudantes e integrantes de ONGS ligadas ao banco Itaú, patrocinador do evento.

A Fundação Malala apoia projetos que lutam pela igualdade de gênero na educação em países da África e da Ásia.

A ativista completa 21 anos nesta quinta-feira (12) e se tornou símbolo mundial da luta pelo direito das meninas à educação depois de sobreviver a um atentado cometido pelo Talibã. Quando ela tinha 15 anos, foi baleada na cabeça ao voltar da escola onde morava no Vale do Swat, no Paquistão. Na época, ela já defendia publicamente o direito das meninas irem para a escola.

Saiba mais no G1

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: