Com roda de conversa, Município dá início a atividades de prevenção da gravidez na adolescência

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) deu início nesta quinta-feira, 14, a uma série de atividades que serão desenvolvidas pelo Município em alusão à Semana Nacional da Prevenção da Gravidez na Adolescência. A atividade começou com uma roda de conversa na UBS Marabaixo, que abordou medidas preventivas e educativas que contribuem para a redução da incidência na gravidez na adolescência.

“Se toda a sociedade estiver mobilizada para este tema tão importante, realmente evitaremos a gravidez na adolescência e, junto à gestação, todas as Doenças Sexualmente Transmissíveis. O foco é fazer com que a adolescente conheça o seu corpo e as consequências de uma gravidez precoce”, explicou a coordenadora do Programa Saúde do Adolescente, Cipriana Ferreira.

A estudante Renata Guedes tem 14 anos e está grávida de oito meses. Ela contou que ficou assustada com a descoberta da gravidez, um assunto que nunca foi dialogado em sua casa. “Nunca conversamos sobre esses assuntos, levei um susto quando descobri a gravidez e foi muito difícil contar para meus pais. Não foi algo que planejamos, mas, depois dessa experiência, não pretendo ter mais filhos. Quero me dedicar aos estudos para garantir um futuro para ela [filha], que nascerá”, relatou.

Além de apresentar os riscos comuns de uma gravidez, uma jovem ainda em desenvolvimento emocional e físico pode apresentar elevação da pressão arterial, crises convulsivas e também depressão pós-parto, caso não tenha o acompanhamento profissional durante o período gestacional. “Elas pulam uma etapa importante da vida. São obrigadas a agirem como adultas de uma hora para outra. Por isso, necessitam de muito suporte para passar por todas essas mudanças e não saírem prejudicadas na vida”, esclareceu a psicóloga Regina Trindade, que atende na UBS Marabaixo.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelam que na América Latina a taxa de gravidez entre adolescentes é a segunda mais alta do mundo. Em Macapá, 1.059 adolescentes deram à luz em 2018. Além da roda de conversa, a unidade promoveu palestras sobre saúde bucal e amamentação, além de sorteio de brindes.

Programação

Data: 15/02 (sexta-feira)

Hora: 8h30

Local: Casa Grande, Vila do Curiaú

Data: 21/02 (quinta-feira)

Hora: 10h

Local: UBS Raimundo Hozanan

Jamile Moreira

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: