AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Empreendedores estão otimistas com o ecossistema de startups no Brasil

Para 2019, é esperado o surgimento de novos unicórnios

ecossistema brasileiro de startups é próspero e atraente para investimentos nacionais e estrangeiros, defenderam Mike Krieger, fundador do Instagram; Renata Zanuto, head de startups e ecossistema do Cubo; e Julio Vasconcellos, fundador do Peixe Urbano, na Brazil Conference at MIT and Harvard.

Nesta sexta-feira (05/04), primeiro dia do evento, a conferência começou com um tom otimista. Renata Zanuto falou sobre o boom de startups no Brasil desde 2010 e o papel do Cubo nessa trajetória. De acordo com ela, hoje há mais empresas querendo investir em startups, o que favorece ambas as partes e incentiva mais empreendedores a criarem seu próprio negócio. O Cubo, por exemplo, até precisou mudar de endereço. Em 2015, abrigava 50 startups. Atualmente, são 120.

Renata comentou também a importância da “serendipidade” (derivado de serendipity, em inglês, que significa uma coincidência boa) para que empreendedores achem os investidores certos. Falar informalmente sobre o seu negócio em ambientes inusitados, defendem os palestrantes, pode levar a colaborações ideais.

Foi assim que Mike Krieger achou seu parceiro e cofundador do Instagram, Kevin Systrom. Depois que se formou em Stanford, Krieger ia todos os dias a um café no Vale do Silício para praticar programação — e foi assim que conheceu Systrom. Formaram um time pequeno de engenheiros e depois de dois anos, em 2012, foram comprados pelo Facebook.

Apesar de não ter voltado a viver no Brasil depois de ter se formado em 2007, Krieger disse que hoje tem uma visão diferente e mais positiva do ecossistema brasileiro de startups. O Brasil é um país melhor para investir e empreender do que há 10 anos, segundo Renata. E está cada vez mais qualificado, defende ela. Exemplos de startups bem-sucedidas são os unicórnios brasileiros surgidos nos últimos anos — empresas que valem mais de US$ 1 bilhão, como Nubank, 99 e Movile. De acordo com Renata, o Brasil tem atualmente seis unicórnios e até o fim de 2019 terá mais cinco.

Erros e dicas na hora de empreender
Mesmo com um ambiente mais favorável, erros comuns podem atrapalhar uma startup promissora. Um deles é não ter uma visão de longo prazo. Em uma palestra no MIT ontem (04/04), Jorge Paulo Lemann, sócio do 3G Capital, disse que este foi um dos erros que cometeu no começo de sua carreira. Quando fundou o Banco Garantia, ele contou que queria ganhar dinheiro rapidamente e não tinha em mente como o longo prazo poderia afetar a empresa. Apesar de Lemann não ter participado da palestra, Krieger compartilhou uma visão semelhante, defendendo que novos empreendedores precisam se esforçar para criar o melhor time possível e se planejar para o longo prazo.

Ao final da palestra, Renata, Vasconcellos e Krieger deram suas dicas para os futuros empreendedores. Para a head do Cubo, ter foco é essencial, além de perseguir um objetivo claro com a mentoria certa. Já para Vasconcellos, dar o primeiro passo é a metade do caminho. E, para Krieger, o importante é não se apegar à primeira ideia.

Época

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: