Educa

Abril Marrom: no Brasil existem 1,2 milhões de pessoas cegas

Mês é destinado a campanha de conscientização sobre a importância da prevenção e o combate a doenças que causam a cegueira

Com o objetivo de conscientizar a população sobre a prevenção da cegueira, a campanha Abril Marrom aborda a importância do cuidado da saúde ocular. A cor marrom foi escolhida pois representa a cor da íris – parte colorida do olho – da maioria dos brasileiros. Dados divulgados pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) apontam que no Brasil, existem cerca de 1,2 milhões de pessoas cegas.

De acordo com o Oftalmologista Bruno Valbon, o dado é preocupante, levando em consideração de que 60% das doenças oculares que causam a cegueira são tratáveis, porém a única maneira de identificar essas doenças é por meio de exames e consultas oftalmológicas. “A consulta se faz importante, pois é uma forma de prevenção e detecção de doenças oculares”, disse Valbon.

A catarata é a principal causa de cegueira no Brasil. Ela é responsável por 47% dos casos de cegueira, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). A doença afeta principalmente a população acima de 60 anos, mas é tratada cirurgicamente. Estima-se que são realizadas 280 mil cirurgias de catarata através do SUS, e entre 80 e 100 mil através dos médicos particulares. Entretanto, o número deve aumentar devido ao envelhecimento da população.

O glaucoma também é uma das responsáveis pelos casos de cegueira no país, ficando atrás apenas da catarata. A doença, cujo maior fator de risco é o aumento da pressão intraocular, atinge o nervo óptico. Apesar de não ter cura, o glaucoma pode ser tratado com diversos medicamentos como os colírios.

Para o oftalmologista, o mais importante é o diagnóstico precoce feito através de consultas periódicas ao oftalmologista, já que a doença é silenciosa. “Por ser uma doença silenciosa, o glaucoma é extremamente perigoso. As pessoas não percebem os sintomas da doença até perder parte significativa da visão. O diagnóstico precoce e o tratamento imediato é a melhor forma para evitar a perda total da visão”, explicou o especialista.

Prevenção

Independe de sintomas de perda de visão ou não, é muito importante que se consultem um médico oftalmologista pelo menos uma vez no ano. Além disso, cuidados simples do dia a dia como, não coçar os olhos, não usar óculos de sol sem proteção adequada e evitar ficar longos períodos na tela do computador, são importantes para manter uma boa saúde dos olhos. Fique de olho!

Folha Vitória

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.