AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Android | Google remove dois apps da Store que estavam drenando bateria

Pesquisadores da Symantec descobriram que dois aplicativos presentes na Google Play Store e que possuíam, cada um, mais de 1,5 milhão de downloads, estavam envolvidos em uma nova forma de fraude de cliques que consumia bateria, diminuía o desempenho e aumentava o uso de dados móveis nos smartphones que fossem infectados. Os apps – um de bloco de notas chamado “Idea Note e outro fitness com o nome de “Beauty Fitness” – realizaram essa forma furtiva de fraude por quase um ano, até que foram descobertos pela empresa de segurança. A Google já os removeu da loja após o relatório completo.

A tática recém-descoberta posicionava anúncios em locais que não eram visíveis aos usuários, especificamente em mensagens exibidas nas regiões inferiores da gaveta de notificações de um telefone infectado, aquelas que sempre ignoramos diariamente. Quando um usuário clica na notificação, a classe Toast do Android abre o anúncio, mas de uma maneira que não seja percebida.

Para efeito de demonstração, a técnica funcionou abrindo um Canvas e usando as funções “translate()” e “dispatchDraw()” para posicionar os anúncios além da área de tela visível do dispositivo afetado. O resultado: o aplicativo pode relatar um clique no banner e que gera receita ao anunciante, mesmo que a pessoa não tenha visto nada.

Veja mais no Mundo Positivo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: