Em 2019, mais de 800 veículos foram apreendidos por transporte irregular de passageiros

Educa

A Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac), juntamente com a Guarda Civil Municipal de Macapá (GCMM), ao longo de 2019, fizeram 123 barreiras fixas e volantes em combate ao transporte irregular de passageiros na capital. Ao todo, 825 veículos apreendidos, entre carros e motos, foram removidos ao pátio da CTMac.

Além das blitzen repressivas, também houve o trabalho educativo, com o objetivo de sensibilizar a população a não utilizar o transporte clandestino, por motivos como motorista não credenciado, riscos de assalto e outras situações que colocam o passageiro em insegurança.

Este ano, as blitzen continuarão com rigor para combater ainda mais o transporte irregular de passageiros. Pela nova Lei Federal 13.855/19, que entrou em vigor no dia 7 de outubro de 2019 e que altera o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), motoristas que realizarem transporte remunerado de pessoas ou bens sem autorização, ao serem flagrados, passam a cometer infração gravíssima, com multa de R$ 293,47, além das penalidades de remoção do veículo e 7 pontos na CNH.

“No ano de 2018, foram mais de 900 veículos apreendidos. Já em 2019 teve mais barreiras e menos apreensões. Isso mostra que o trabalho de combate ao transporte irregular tem surtido efeito, e vamos continuar coibindo essa prática”, assegura o diretor-presidente da CTMac, André Lima.

Cléia Andrade

Amazônia Brasil Rádio Web ao vivo!

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.