Marcha Virtual pela Vida faz debates sobre enfrentamento à covid-19

A Frente pela Vida, movimento que reúne mais de 460 entidades da organização civil, promoveu hoje (9) a Marcha Virtual pela Vida, concebida como articulação de ações de enfrentamento à pandemia de covid-19. Estão sendo realizados seminários, debates e apresentações culturais sobre diversas áreas do conhecimento, de educação à psicologia. Ao meio-dia ocorreu um tuitaço, que utilizando as hashtags #MarchaPelaVida e #FrentePelaVida, e um ato virtual, por meio da plataforma Manif.app.

A coalizão, lançada oficialmente no dia 29 de maio, estabeleceu como um dos eixos a contestação da “comprovada subnotificação” de casos de covid-19 no Brasil. Outra bandeira defendida pelo grupo é o fortalecimento da democracia.

Durante a abertura do evento, o presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Ildeu Moreira, acrescentou que se pretende disseminar uma mensagem sobre o valor de cada um dos brasileiros e também cobrar das autoridades governamentais e da população em geral comprometimento com o viés científico durante a crise sanitária.

Veja também:

Amapá tem 13.294 casos confirmados, 10.486 em análise laboratorial, 6.148 pessoas recuperadas e 278 óbitos

Brasileira aprovada em Harvard cria perfil na internet para incentivar os estudos dos jovens

Aumentam casos de morte no trânsito no Brasil no primeiro trimestre de 2020

“O terceiro ponto que estamos destacando é a importância de o SUS [Sistema Único de Saúde] ser fortalecido, porque é instrumento essencial no atendimento de milhões de brasileiros. Chamamos a atenção também para o meio ambiente, a vida do planeta, dos humanos, mas também a vida espalhada pela natureza, a biodiversidade extraordinária que nós temos. A nossa preocupação com a biodiversidade, do meio ambiente como fator essencial para a nossa vida e a vida do planeta. O quinto ponto é a importância da solidariedade entre todos nós, em particular com as camadas mais vulneráveis da população brasileira, os setores mais pobres, os desempregados, que estão passando por um momento muito difícil com a crise econômica e sanitária”, complementou.

A programação completa pode ser conferida através do site. Lá, estão indicados todos os links para cada uma das atividades.

EBC

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: