Alerta: chá de cúrcuma não é permitido pela Anvisa; entenda

Influenciadoras têm recomendado o chá de cúrcuma apontando benefícios da bebida. No entanto, Anvisa proíbe consumo da infusão

A cúrcuma, ou açafrão-da-terra, é uma especiaria bastante conhecida por seus benefícios à saúde. Além de ter um grande potencial antioxidante, ela também pode melhorar problemas gastrointestinais, febre, tratar resfriados e até reduzir o colesterol alto. Por isso, muitas influenciadoras têm recomendado o consumo de chá de cúrcuma como bebida natural.

Contudo, a bebida está na lista de proibições da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o que levantou dúvidas sobre sua utilização. Isso porque, segundo a instituição, a cúrcuma não consta no Anexo I da Instrução Normativa (IN) nº 159, de 1º de julho de 2022, que detalha quais espécies vegetais estão permitidas para o preparo de infusões.

De acordo com a especialista em medicina tradicional chinesa Patrícia Liu, para que a cúrcuma seja autorizada para o uso em chás, empresas interessadas devem apresentar dados de segurança à Anvisa. “Isso significa que a avaliação da Anvisa se baseará em informações científicas apresentadas pela empresa para determinar se a cúrcuma pode ser utilizada de forma segura na preparação de chás”, explica a profissional.

Veja mais no Metrópoles

O que você pensa sobre este artigo?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.