AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Sesa vai intensificar ações de enfrentamento ao HIV no Amapá

O Estado do Amapá registrou um aumento de 22,2% nos casos diagnosticados de AIDS em adultos e 315 casos de HIV no ano de 2014, de acordo com dados do Sistema de Notificação dos Agravos (Sinan). Em virtude disso, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) pretende intensificar o incentivo à população para realização do teste rápido e o uso do preservativo.

As ações serão voltadas principalmente às pessoas sexualmente ativas, que nunca realizaram o teste de HIV e pertencem aos grupos mais atingidos pela doença: jovens, profissionais do sexo e homossexuais. Macapá é o município que concentra maior incidência de contaminação, seguido por Santana, Oiapoque, Porto Grande e Pedra Branca do Amaparí.

O volume de pessoas infectadas pelo vírus no Amapá pode ser ainda maior devido a recusa e medo de realizar o teste. No Estado a maior concentração de contaminação por HIV está entre pessoas 15 a 29 anos. Em 2014 houve ainda uma redução de 25% de óbitos dos portadores da doença, segundo fontes do Sistema de Informação Sobre Mortalidade (SIM).

Outra atividade que a Sesa pretende realizar no decorrer deste ano são ações de prevenção e educação nas escolas da rede pública. "O diagnóstico precoce é importante porque reduz o número de morte, pois as pessoas que estão com o vírus HIV iniciam de imediato o tratamento, controlando a doença e não evoluindo para o óbito. É importante também ressaltarmos, que hoje a AIDS no Brasil não é considerada uma doença de morte, muitos portadores da doença morrem, por causa do abandono do tratamento ou por terem um diagnóstico tardio", declarou a coordenadora Estadual do Programa DST/AIDS.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: