Educa

Taxistas devem estar atentos aos prazos de vistoria da Operação Táxi Legal

O Instituto de Pesos e Medidas do Amapá (Ipem) iniciou nas primeiras semanas de janeiro a Operação Táxi Legal. O objetivo é vistoriar os taxímetros para que o consumidor pague o preço justo nas corridas e aplicar a selagem do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). As fiscalizações acontecerão nos meses fevereiro e março.

O diretor-presidente do Ipem, José dos Santos, informou que, diferente dos anos anteriores, os taxistas estão se adiantando para fazer as vistorias. "Isso facilita o nosso trabalho e consequentemente os serviços prestados desses trabalhadores. A operação está sendo um sucesso", ressaltou José.

As placas dos táxis que têm as terminações 1,2,3 e 4 fizeram a vistoria e selagem em janeiro. "Todos os taxistas registrados realizaram a vistoria nesse mês", informou José. Agora em fevereiro será a vez dos veículos de placas com terminação 5, 6 e 7. E as placas com último número 8, 9 e 0 no mês de março. A operação acontece anualmente no Estado do Amapá.

Os taxistas que não fizerem a vistoria e selagem no prazo correto terão que pagar uma multa, cujos valores variam de R$ 800 a R$ 500 mil reais. A taxa cobrada pelo Ipem para vistoriar os taxímetros custa R$ 37,50.

O taxista deve ter em mãos, no ato de vistoria, o certificado de verificação 2014, IPVA, permissionário e comprovante de residência. No Amapá existem 1025 destes profissionais, dos quais mais de 500 já efetuaram a inspeção este ano.

A vistoria é realizada no prédio do Ipem, localizado no bairro São Lázaro, na Rua Aurino Borges de Oliveira, 1267, Zona Norte de Macapá. O horário de atendimento é de segunda à sexta-feira, de 7h30 à 13h40.

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: