AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Em um dia Prefeitura de Macapá retira de canal mais de 100 toneladas de lixo

O descarte de lixo nas ruas de forma irregular e irresponsável gera consequências graves em toda capital. Problemas de saúde pública e alagamentos que atingem centenas de famílias todos os anos. A Prefeitura de Macapá tem atuado diariamente na limpeza da cidade e também no trabalho de sensibilização da população.

Em apenas um dia, as secretarias municipais de Obras e Infraestrutura Urbana (Semob) e de Manutenção Urbanística (Semur) retiraram de um canal, localizado no bairro Muca, mais de 100 toneladas de lixo. Sacos plásticos, garrafas descartáveis, carcaças de televisores e máquinas de lavar, colchões e outros tipos de lixo doméstico. Mais de dez funcionários trabalharam na retirada do material, utilizando uma retroescavadeira, um trator guincho, uma caçamba e um casco de alumínio.

“Seja um simples saco plástico ou uma latinha, não importa o tipo de material ou a quantidade despejada. O resultado é sempre negativo. Por isso, pedimos a colaboração da população para que não descarte o lixo nas vias e nos canais. Cuidar da nossa cidade é investir na saúde e no bem-estar de quem vive nela”, compartilhou o secretário municipal de Obras e Infraestrutura Urbana, Rogério Cardoso.

O período do inverno é o mais delicado. Com as chuvas, todo o lixo despejado nas vias e nos canais entope as galerias e bueiros, impedindo o fluxo da água e ocasionando os indesejáveis alagamentos. Por isso, não custa nada lembrar que o lugar correto para o lixo é ensacado e acomodado nas lixeiras, para que o carro coletor possa recolher e levar para o destino correto. Em 2014, foram retiradas 9.060.820.67 toneladas de lixo em toda capital. Desse total, 3.590.28 toneladas foram retiradas dos canais.

Texto e fotos: Lílian Guimarães/Asscom Semob

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: