Educa

O que o Amapá ganha com a interligação ao sistema nacional de energia?


Neste domingo, 1 de março de 2015, o Amapá será interligado ao sistema nacional de energia. E ao contrário do que prega Sarney e o resto do PMDB que se julgam artífices da tal proeza, o linhão do Tucuruí não vem trazer energia de qualidade ao estado, mas sim levar, apenas levar.

O Estado, mais que autossuficiente em energia passa a alimentar o sistema o que vai aliviar o desespero dos estado que estão sofrendo a seca e que precisam recorrer as termelétricas, com consequentes aumentos nas tarifas devido ao consumo de combustível encarecido pelo rombo na Petrobrás.

Agora o pior de tudo. A CEA carcomida pelos abutres e sanguessugas, endividada não adaptou a rede de energia à nova realidade do estado e os apagões e quedas de tensão vão continuar principalmente nos municípios onde a rede ainda é do tempo do Janary.

Mas o que ganha o povo do Amapá com o feito histórico?

Mesmo sendo autossuficiente e salvo decisão mais acertada por parte da concessionária CEA e dos manda chuvas do setor, o povo do Amapá vai pagar a mesma tarifa dos estados cuja bandeira tarifária está no vermelho, o que que é um roubo!

Mas o povo também não é idiota e se defende como pode. Conversando com uma pessoas das minhas relações, ela me disse nem estar preocupada com os aumentos: “Eu pagava 300 reais de conta no meu apartamento, deixei a CEA cortar e fiz uma ligação direta”, simples assim.

Trocando em miúdos, todo povo tem o governo que merece. Ou será ao contrário, todo governo tem o povo que merece.

Aqui a corrupção caminha junto de mãos dadas com a turba ignorante e a política.

Veja o video de uma das hidrelétricas do Amapá
[wpvideo R0e9pqHm]

Um comentário em “O que o Amapá ganha com a interligação ao sistema nacional de energia?

  • março 2, 2015 em 8:04 pm
    Permalink

    Caros amigos, dizer que “O Estado, mais que autossuficiente em energia…” nao eh bem verdade, nao sou politico mas sou tecnico do setor eletrico e desde 2010 tenho acompanhado a situacao do Amapa. A Geracao no Estado eh limitada, uma prova disso eh que a Empresa Aggreko foi contratada pela CEA para instalar maquinas geradoras que auxiliam no atendimento da populacao, sem essas maquinas haveria racionamento de energia principalmente no ultimo trimestre de cada ano jah que nesse periodo a reserva hidraulica eh baixa e o Estado depende mais da energia termica.
    A interligacao deveria ter sido feita a muito tempo, mas apenas nos ultimos anos eh que foi levada mais a serio, jah estava mais do que na hora do Amapa fazer parte do SIN (Sistema Interligado Nacional), e fizer o contrario eh a mesma coisa que afirmar que usar maquinas de datilografia eh melhor do que usar Computador. Acho lamentavel que a CEA tenha sido tao sucateada na ultima decada e que agora a populacao esteja pagando por isso jah que muitas reformas na rede urbana precisam ser feitas para se diminuir as faltas de energia e que muitas expansoes de rede precisem ser feitas no interior do Estado pois antes isso nao era prioridade. Agora a Eletrobras tem trabalhado com tecnicos locais, do nordeste e de Brasilia para interligar o Amapa ao SIN e melhorar a qualidade da energia eletrica fornecida para a populacao, mas mesmo assim o atual governador luta para substituir o atual diretor de operacoes da CEA e nomear um indicado por ele.
    Se os relatorios de 2010 da eletronorte forem analisados veremos que naquele ano deveria ter havido racionamento, mas Sao Pedro abriu as torneiras no ultimo trimestre mais do que em anos anteriores e as reservas hidraulicas foram suficientes para a demanda. Estou muito surpreso com o que li nesse artigo, por isso resolvi deixar esse comentario para que as pessoas saibam a verdade sobre o setor eletrico amapaense.

    Resposta

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: