Novo PGJ do MP-AP reúne com o PGR, Rodrigo Janot, e membros do CNMP

O procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Amapá (MP-AP), Roberto da Silva Alvares, acompanhado da ex-PGJ, promotora de Justiça Ivana Cei, atualmente assessora do novo procurador-geral, está em Brasília (DF), onde cumpre extensa agenda institucional. Nesta terça-feira (10), reuniram com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot e com membros do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

Durante a reunião com o PGR Rodrigo Janot, além da apresentação oficial do novo chefe do Ministério Público do Amapá, trataram, dentre outros assuntos, sobre a defesa de prerrogativas dos membros do parquetestadual e autonomia institucional.

“O MP-AP sempre encontrou as portas abertas na Procuradoria-Geral da República, sinal de reconhecimento ao trabalho que estamos realizando. Nesse primeiro contato como novo PGJ reforçamos o compromisso de darmos continuidade às ações e projetos em defesa da sociedade. Recebemos do procurador Janot uma clara sinalização de que poderemos seguir contando com o seu incondicional apoio”, disse o PGJ do MP-AP, Roberto Alvares.

Em seguida, os dirigentes do MP-AP estiveram no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), onde reuniram com o corregedor nacional do órgão, Alessandro Tramujas e o conselheiro Jeferson Coelho.

No encontro, ex-PGJ Ivana cei, falou sobre a transição no posto de comando da instituição e, ao lado do atual procurador-geral de Justiça, Roberto Alvares, fez um breve balanço da gestão realizada nos últimos quatro anos, destacando os avanços em áreas estratégicas da administração, como tecnologia, infraestrutura e pessoas, que resultaram em significativo aumento na capacidade de atendimento à comunidade em todo o Estado.

“Mais que nunca precisamos atuar em sintonia para fortalecer e aprimorar nosso trabalho em defesa do cidadão e do próprio CNMP, que cumpre um importante papel fiscalizador e disciplinar do Ministério Público no Brasil e de seus membros, cobrando, sobretudo, transparência em todos os nossos atos. Por cumprirmos nossas obrigações e apresentarmos dados positivos da nossa instituição é que recebemos, sempre, apoio e respeito do órgão”, manifestou a promotora de Justiça Ivana Cei.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.