Presidente do IJOMA recebe comenda Hélder Câmara, no Senado Federal

Imagem

Com todos os louvores e reconhecimentos merecidos, o presidente do Instituto do Câncer Joel Magalhães (IJOMA), padre Paulo Roberto recebeu na manhã desta quarta-feira, 2, a comenda Dom Hélder Câmara, em Brasília, no Senado Federal.

Em sua sexta edição, o conselho do prêmio composto por um senador de cada partido com representação na Casa, escolhe pessoas que se destacam na luta pelos direitos humanos. Foram trinta indicações, e dentre elas, padre Paulo Roberto, indicado pelo senador Davi Alcolumbre, foi uma das personalidades a ganhar a comenda.

O pároco desenvolve um trabalho em prol de pacientes oncológicos do Estado do Amapá, através do IJOMA, desde 2010, quando fundou a entidade.

Davi Alcolumbre, disse que a comenda é importante para o reconhecimento do trabalho que padre Paulo desenvolve nas terras tucujus.

“Padre Paulo é exemplo de moderação, superação e destemor”, disse o senador em seu discurso de parabenização.

Estava presente também na solenidade, o senador do Amapá, Randolfe Rodrigues, que acompanhou e parabenizou o presidente do IJOMA citando a frase de Dom Helder. “Graça Divina é começar bem. Graça maior é continuar na caminhada. Mas, as graças das graças, é não desistir nunca.

No discurso de recebimento, padre Paulo Roberto agradeceu a honraria e disse que todos os brasileiros e brasileiras deveriam receber a comenda, não por questões pessoais, mas, pelo engajamento na luta em defesa do direito da vida.

“Senhores, venho de um Estado distante, carente, em que os direitos humanos são violentados e negligenciados todos os dias, em que as instituições fingem que não estamos em um ‘estado de guerra’. Nos do Amapá também somos brasileiros, e nossa presença aqui, dignifica o Brasil. No Amapá, nossos doentes sofrem duas vezes, quando diagnósticos, e quando tratados sem humanização e sem o direito ao tratamento adequado”, expressa.

A comenda é entregue todos os anos para personalidades brasileiras e até internacionais, mostrando o reconhecimento do Senado Federal junto a contribuição que essas pessoas oferecem próximo de forma caridosa, amorosa e benéfica.

Uma comitiva de 15 pessoas acompanhou padre Paulo em Brasília.

Veja mais fotos clicando AQUI!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.