AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Terremoto em Taiwan deixou pelo menos 13 mortos

45fcfd9f2640304b318f83ff8513b392023a4041
yahoo images

Pelo menos 13 pessoas morreram depois do terremoto de 6,4 graus na escala Richter que atingiu hoje (6) a cidade de Tainan, ao Sul de Taiwan. O epicentro do tremor foi localizado na aldeia de Meinung. Segundo o Serviço Nacional de Emergências de Taiwan, cerca de 20 pessoas continuam presas nos escombros dos prédios e mais de 400 estão feridas. Até agora, 800 militares foram mobilizados para ajudar nos esforços de encontrar e resgatar sobreviventes.

“É uma corrida contra o tempo”, disse o chefe do departamento de bombeiros de Tainan, Liang Chuan-shun, explicando que ainda não há certeza sobre o número de pessoas que ficaram soterradas.O terremoto destruiu edifícios e deixou outros inclinados, causou vazamento de gás e deixou carros soterrados. Ainda por causa do terremoto, 168 mil casas estão sem energia e 40 mil, sem água. Um posto de gasolina localizado em frente a um edifício danificado foi evacuado e o combustível, retirado devido ao perigo de desmoronamento.

A maioria dos mortos e dos sobreviventes que ficaram presos aos escombros estava no edifício de 17 andares Wei Kunan, o mais atingido entre os 14 que desmoronaram ou que ficaram seriamente danificados devido ao sismo. Um dos mortos é um bebê de apenas dez dias.

O trem de alta velocidade que liga o Sul ao Norte da ilha interrompeu os serviços num dia em que muitos moradores de Taiwan se deslocam para celebrar com familiares o Ano-Novo Lunar, cuja passagem se celebra na noite deste domingo.

O presidenta de Taiwan, Ma Ying-jeou, disse que estão sendo preparadas 1,2 mil camas em escolas e outros locais para acolher temporariamente as vítimas. Entretanto, os sismólogos de Taiwan advertiram que ainda se esperam outros tremores de mais de 6 graus na escala Richter na ilha este ano, sem afastar a hipótese que mais tremores ocorram nas próximas semanas.

Em setembro de 1999, um abalo de magnitude 7,6 graus deixou cerca de 2,4 mil mortos em Taiwan.

Karine Melo* – Repórter da Agência Brasil Edição: Lílian Beraldo

*Com informações da Agência Lusa

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: