AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Prefeitura de Macapá intensifica ações para evitar alagamentos na cidade

Desde o início do ano que a Prefeitura de Macapá intensifica os trabalhos de limpeza dos canais de vazão natural, galerias e bueiros como forma de prevenção de alagamentos durante o período chuvoso. Toneladas de lixo e entulho foram retiradas das vias públicas,assim também como de bueiros e galerias, de onde até máquinas de lavar obstruíam a passagem da água da chuva.

Desde 2013, a prefeitura está atenta para esse tipo de situação e executa serviços de drenagem no canal do Jandiá, Avenida 26 de Julho, Avenida Ana Nery, limpeza do sistema de drenagem do centro comercial, Avenida Goitacazes, Rua Dr. Braulino, Rua Santos Dumont, bairro Vale Verde e Jardim Caranã.

Há 30 anos, moradores do bairro Santa Rita vivem atormentados com ruas e casas alagadas. Na manhã desta quinta-feira, 10, uma equipe de gestores municipais reuniu-se para discutir ações mais efetivas durante o período das fortes chuvas e estiveram nos locais onde houve registros de alagamentos. Em vários pontos foram detectados obstrução de bueiros e galerias devido ao acúmulo de lixo.

Equipes das secretarias municipais de Obras e Infraestrutura Urbana (Semob) e de Manutenção Urbanística (Semur) atuam desde as primeiras horas desta quinta-feira para amenizar os impactos causados pela grande quantidade de chuva e que acabou coincidindo com o horário de maré alta. Segundo a tábua de maré da Marinha do Brasil, até o dia 14 de março, devido ao período de lua cheia, a maré alta pode atingir até 3,5 metros de altura, coincidindo com a chuva, o que pode ocasionar transbordamento dos canais de vazão natural.

A Prefeitura de Macapá disponibiliza para a população o número 98802-8378, para que possa acionar as equipes, em caso de alagamento. As recomendações da Defesa Civil são de que as famílias atingidas procurem um lugar seguro, de preferência casa de parentes.

Aline Brito/Asscom Semur

Contato: 99171-6190

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: