Doadores com Deficiência visual tem acessibilidade melhorada em Rondônia

A Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Estado de Rondônia – FHEMERON, inova e dá mais independência aos deficientes visuais na capital de Porto Velho.

Preocupada com a inclusão social, implanta uma nova ferramenta para atender melhor o candidato a doação de sangue com deficiência visual, contando agora com o questionário da triagem clínica escrito em braile.

Essa iniciativa apesar de extremamente importante está consolidada em poucos Hemocentros da Hemorrede Nacional. O Hemocentro de Porto Velho, dispõem desse instrumento, possibilitando que o setor de Captação, invista em estratégias voltadas a essa parcela da população.

A Fhemeron deu início a este projeto no Hemocentro Coordenador, estendendo gradativamente a toda Hemorrede Estadual. Nesse projeto tivemos os seguintes colaboradores senhor Robson André Santos de Souza (que transcreveu o questionário para o Braile), da servidora da SEDUC- Setor de Educação Especial, senhora Zaine Diniz e do servidor público do tribunal de contas Jailton Delogo de Jesus ( revisão do questionário).

O doutor que é deficiente visual fala da importância dessa iniciativa.

“Quero em primeiro lugar parabenizar o doutor Orlando Ramires, Este médico que deixou de clinicar para dar o exemplo na administração pública. Entendo que esse exemplo deve ser seguido porque a acessibilidade não consiste somente em facilitar a locomoção, mais também em oportunizar a informação a todos. Que bom que a sociedade já compreendeu que a pessoa com deficiência se tiver oportunidade pode se tornar muito mais eficiente que muitos que aparantimente não tem deficiência nenhuma .” Afirmou o auditor.

 

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.