RR: Moradores de Boa Vista sofrem com apagões de energia

Comerciantes de Boa Vista(RR) reclamam de apagões e constantes quedas de energia na capital roraimense. No último domingo(29), um blecaute deixou a cidade sem luz por pelo menos 20 minutos.

De acordo com Edson Freitas, presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas, de Boa Vista, a questão é gravíssima e traz problemas econômicos para o setor.

“Nós estamos com problema gravíssimo. Além dos apagões e das quedas constantes, tem prejudicado o comércio e indústria, inclusive. Isso tem dado um saldo na situação que vivenciamos uma recessão na economia.Isso tem agravado cada vez mais as empresas tanto do comércio, do setor de serviço e da indústria. Tem prejudicado bastante porque muitos da indústria não estão podendo produzir pela não garantia da energia. Isso tem inibido a vinda de novos investimentos. Essa falta de achar uma solução a médio e curto prazo, e também uma definição de longo prazo tem agravado nossa economia cada vez mais”, avalia Edson Freitas.

Para o superintendente Regional da Eletronorte em Roraima, Roni Franco, como o estado não está no Sistema Interligado Nacional, ele sofre com a falta de alternativas de fontes transmissoras de energia.

“Normal, não é, porque a gente trabalha para que não tenha nenhuma falta. Porém, pela particularidade, que é Boa Vista não está o sistema interligado, só ter uma fonte e essa linha de transmissão. Por que os outros locais no Brasil não tem esse desligamento? Porque Roraima ela está ligada somente uma linha. Se perdeu, ela caiu, teve o corte de fornecimento tem blackout. O resto do Brasil, não. O resto do Brasil, as outras cidades, tem duas, três, quatro fontes de energia. Então se ocorre esse corte, outra fonte supre”, explica Roni Franco.

Atualmente, a energia consumida em Roraima é produzida pela Venezuela. De acordo com Roni Franco, Boa Vista consome 180 Megawatts no horário de pico. Desse total, 130 Megawatts são fornecidos pelo país vizinho. O restante é complementado por termelétricas. Por ser o principal fornecedor de energia, a situação venezuelana preocupa o superintendente da Eletronorte Roraima.

Quais são os riscos: Hoje na Venezuela a parte política está muito confusa e o risco hidrológico hidrelétrica da Búria, o lago regulador está muito baixo.

Para diversificar o fornecimento de Energia para Roraima, a expectativa é construção doLinhão de Tucuruí.

EBC

Clique aqui e Inscreva-se agora!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: