Pará é Estado da Amazônia com municípios mais violentos, aponta estudo

Educa

Entre os cinco mais violentos do País, informados pelo Ipea por meio do Atlas da Violência 2017, Altamira é o líder nacional

O primeiro dia de 2017 marcou, de forma negativa, o País. A rebelião no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, em Manaus, no Amazonas, mostrou a fragilidade do sistema penitenciário e deixou 56 mortos. O caso é o primeiro episódio narrado com destaque no Atlas da Violência 2017, divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e o pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) nesta segunda-feira (5).

A crise na segurança pública tem se agravado com o passar dos anos e, conforme o estudo, entre os cinco municípios mais violentos, dois são na Amazônia. Na escala, Altamira, no Pará, é o mais violento de todo o Brasil, com 107%. Já São José de Ribamar, no Maranhão, é o quarto, com 96,4%.

O Pará, no entanto é o líder na Amazônia, com quatro municípios na lista dos 30 mais violentos, seguido pelo Maranhão, com dois. Os demais Estados amazônicos não aparecem nesta lista. Já na lista dos 30 municípios mais pacíficos, apenas Cametá, também no Pará, representa a Região Norte.

O estudo analisou dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, referentes ao intervalo de 2005 a 2015, além de informações dos registros policiais publicadas no 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, do FBSP. Para listar os 30 municípios potencialmente mais violentos e menos violentos do Brasil em 2015, o estudo considerou as mortes por agressão (homicídio) e as mortes violentas por causa indeterminada (MVCI).

Continue lendo no Portal Amazônia

Amazônia Brasil Rádio Web ao vivo!

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.