AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Serviços no Amazonas têm o terceiro maior crescimento, aponta IBGE

O desempenho em junho de 2017 ficou atrás apenas dos Estados do Paraná e Mato Grosso. No Brasil, o semestre registrou queda de 4,1% e de 3% com relação a junho de 2016, segundo a pesquisa

Manaus – O volume de serviços no Amazonas cresceu 8,4% no primeiro semestre, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com um aumento de 5,3% em junho, comparado ao mesmo mês do ano passado, o resultado do Estado foi o terceiro melhor do País, atrás de Paraná (7%) e Mato Grosso (20,3%). No Brasil, o semestre registrou queda de 4,1% e de 3% com relação a junho do ano passado.

Com relação a maio, o resultado de junho no Estado também foi o terceiro melhor do Brasil, 5,4%, após ter registrado crescimento de 7,9% em maio e queda de 3% em abril.

A receita nominal em junho no Estado teve variação de 3,6% em relação a maio e, na comparação com mesmo mês do ano anterior, ficou em 11,5%. A taxa acumulada no ano ainda é negativa em -0,6% e, em 12 meses, -5,6%.

“Depois de amargar uma queda de 13,8% em 2016, o desempenho tanto do volume de vendas quanto da receita nominal demonstra que, a partir de maio, o setor começou a apresentar resultados animadores, tanto na comparação com o mês anterior quanto na comparação igual mês do ano passado, os números passaram a ser positivos, indicando uma possível recuperação do setor”, destaca o supervidor de informações do IBGE, Adjalma Jaques.

Nacional
Em todo o País, o volume do setor de serviços cresceu 1,3% na passagem de maio para junho. O segmento já tinha apresentado altas de 0,5% em maio e 1,1% em abril. Já a receita nominal aumentou 1%, em junho.

Nos demais tipos de comparação, os serviços tiveram queda no volume: comparação com junho de 2016 (-3%), acumulado do ano (-4,1%) e acumulado de 12 meses (-4,7%). Já a receita nominal teve alta: comparação com junho de 2016 (3,2%), acumulado do ano (1,6%) e acumulado de 12 meses (0,6%).

Entre as seis atividades de serviços pesquisadas, cinco tiveram alta no volume na passagem de maio para junho deste ano, com destaque para as atividades turísticas (5,3%).

Também tiveram crescimento os segmentos de transportes e correio (1%), serviços prestados às famílias (1%), serviços profissionais, administrativos e complementares (0,8%) e outros serviços (0,7%).

Apenas a atividade de serviços de informação e comunicação teve queda, entre maio e junho: -0,2%.

As maiores variações positivas de volume, em relação a maio, foram registradas em Roraima (6,8%), Mato Grosso (6,1%) e Amazonas (5,4%).

Diário do Amazonas

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: