Trump às Nações Unidas: “Se necessário iremos destruir a Coreia do Norte”

Fica o aviso, feito perante o mundo inteiro. Se Pyongyang não recuar, “não teremos outra escolha senão destruir totalmente a Coreia do Norte”, advertiu Donald Trump, a partir do púlpito da Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque.

Um murmúrio encheu a sala repleta, após as palavras do Presidente norte-americano, que apelou à unidade para isolar o regime.

Os testes nucleares e de mísseis balísticos da Coreia do Norte “ameaçam o mundo inteiro”, lembrou o Presidente norte-americano. “É altura de a Coreia do Norte perceber que a sua desnuclearização é o único futuro aceitável”, advertiu.

Trump apontou o dedo ao verdadeiro responsável, Kim Jong-un, o líder da Coreia do Norte, a quem chamou rocket man, o “homem dos foguetões” mas também o “homem foguetão” que dispara para todos os lados em provocação.

Veja matéria completa no site Opinião

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.