Operação identifica trabalho infantil em condições degradantes em Roraima

Grupo Especial de Combate ao Trabalho Infantil, do Ministério do Trabalho, encontrou 118 crianças e adolescentes atuando em condições adversas

Em uma operação realizada entre os dias 6 e 11 de outubro, o Grupo Especial de Combate ao Trabalho Infantil, do Ministério do Trabalho, encontrou 118 crianças e adolescentes atuando em atividades consideradas as piores formas de trabalho na cidade de Boa Vista, em Roraima. A classificação é baseada acordo com a Lista TIP, Lei nº 6481, que tipifica as atividades mais prejudiciais à saúde e à segurança das crianças.

Durante a operação de combate ao trabalho infantil , foram fiscalizadas feiras públicas, carvoarias e o Aterro Sanitário da cidade, onde foram encontradas 13 crianças trabalhando na coleta dos dejetos. “O lixão foi onde encontramos situações mais graves, com crianças trabalhando e muitas delas morando no meio do lixo, sujeitas a doenças e sem as mínimas condições de proteção à sua saúde”, afirmou Marinalva Dantas, coordenadora do Grupo Especial.

Por conta da gravidade da situação verificada no lixão, foi determinada a interdição do local. O Grupo Especial emitiu um pedido de providência imediata à Sanepav Ambiental, empresa responsável pela administração do lixão público.

Veja íntegra no site 24hs News

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.