Subiu para 23 o número de suspeitas de sarampo em Roraima

A Secretaria de Saúde de Roraima confirmou nesta segunda-feira o aumento de casos suspeitos de sarampo no estado. Agora são 23 sob investigação e seis confirmados. Destes, 19 são venezuelanos e 10 brasileiros. Os pacientes têm idade entre 4 meses e 39 anos. A maioria dos casos foi registrada na capital Boa Vista.

Segundo a coordenadora Geral de Vigilância Sanitária da pasta, Daniela Souza, nove pessoas precisaram ser internadas: “Esses pacientes internados porque nós temos aqui em Roraima uma situação bem delicada. Além da emergência da saúde pública, temos também uma emergência social, ou seja, a maioria desses casos vem associados a problemas de desnutrição, a outros problemas sociais que nós vemos aqui com essa imigração dos venezuelanos e isso acaba agravando a situação. E foi o que aconteceu com um dos casos.

A coordenadora se refere ao caso da menina indígena de quatro anos que morreu, na sexta-feira, com suspeita de sarampo. Ela apresentou desnutrição grave, pneumonia e infecção generalizada. Ainda não saiu o resultado dos exames que podem confirmar a doença.

Daniele Souza informou que desde que os primeiros casos suspeitos surgiram no estado, mais de duas mil pessoas já foram imunizadas, incluindo os venezuelanos que estão vivendo em abrigos. A campanha de vacinação tríplice viral, que geralmente ocorre no mês de agosto, será antecipada. Cem mil doses da vacina estarão disponíveis para Dia D de combate a doença, que será no próximo sábado, dia 10.

“ Vamos lançar essa semana uma campanha de vacinação de 30 dias no estado porque a gente sabe que estamos falando de uma doença grave, altamente contagiosa, mas nunca esquecer que é uma doença imunoprevenível, ou seja, eu tenho vacina disponível, todas as salas de vacina têm a vacina garantida para a população. Hoje precisamos vacinar aquelas pessoas que estão descobertas para proteger a todos do estado de Roraima”.

De acordo com a secretaria de saúde de Roraima, o estado vai receber ainda esta semana a visita de técnicos da Opas, a Organização Pan-Americana da Saúde, que vão ajudar na condução das ações relativas ao combate ao surto de sarampo.

Também são destaques do Repórter Amazônia dessa segunda-feira, 5:

– Munições contrabandeadas da Guiana Francesa são apreendidas no Amapá

– Amazônia legal tem alerta para tempestades

– Pesquisa aponta que apenas 20% dos profissionais que atuam na área tecnológica são mulheres.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.