Abertas inscrições para masterclasses de regência, bateria e guitarra, e dança em Belém

Estão abertas as inscrições para masterclasses gratuitos de regência, bateria e guitarra, e dança ofertados pelo 7º Festival Música na Estrada. Para se inscrever, os interessados devem acessar o site www.musicanaestrada.art.br e clicar na aba “Inscrições” para preencher um formulário eletrônico com nome, e-mail, telefone, idade e cidade, além de mencionar o nome de algum professor que conduza a formação do candidato e a peça ou obra que deseja executar durante a atividade. Com realização do Governo Federal por meio do Ministério da Cultura através da Lei Rouanet e da Kommitment Produções Artísticas, o festival é apresentado pela Caixa Seguradora com o patrocínio máster do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e patrocínio da Instituição de Ensino Superior Estácio. O evento tem apoio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), Governo do Pará e do Theatro da Paz, por meio de seus corpos artísticos.


      O maestro Fuad Ibrahimov 

​No dia 7/11, o maestro Fuad Ibrahimov ministra masterclass de Regência, das 19h às 21h, na Escola de Escola de Música da Universidade Federal do Pará (Emufpa). Natural do Azerbaijão, o maestro começou seus estudos musicais aos 12 anos na Academia de Música de Baku, naquele país, com o professor Tofig Aslanov. Três anos depois, aos 15, foi aceito como violista na Orquestra Sinfônica do Estado do Azerbaijão conduzida pelo Maestro Rauf Abdullayev, onde trabalhou até 2002. Em 1998, se juntou a classe de violas do professor Mehdiyev na Baku Music Academy e, simultaneamente, se matriculou na Academia de Música de Colônia, na Alemanha, na classe do Prof. Rainer Moog.

Durante este tempo, Ibrahimov recebeu bolsa de estudos da Fundação “Amigos da Cultura do Azerbaijão”, e realizou inúmeros concertos em cidades alemãs sob os auspícios da Fundação de Caridade Yehudi Menuhin. Ibrahimov recebeu ainda o Prêmio Berlioz, na França. Desde novembro de 2014, Fuad Ibrahimov é Maestro Titular da Orquestra Sinfônica do Estado do Azerbaijão, Principal Maestro da Nova Filarmônica de Munique e da Orquestra de Câmara de Baku. A participação no Festival Música na Estrada, em Belém, marca sua primeira vinda ao Brasil.

Dança

O bailarino André Santana, de Olinda, integrante da Cia Cisne Negro

Além da linguagem musical, o festival oferta também masterclass, no dia 08/11, em dança com o coreógrafo André Santana, da Companhia de Dança Cisne Negro (SP). Ele é de Olinda, Pernambuco, e traz em seu repertório corporal e metodológico as suas origens da cultura popular nordestina: em 2009 se especializou na Escola Municipal de Frevo. Além disso, participou do elenco da Luden Cia de Dança, que desenvolve um trabalho de reconstrução nas danças populares com proposta contemporânea, e também participou de workshops e aulas no Ballet Gonzáles,dirigido pelo cubano Luis Ruben Perez Gonzalez, quando foi convidado a fazer parte da Companhia.

Em Recife, começou a desenvolver um trabalho contínuo com danças populares brasileiras, trabalhando ao lado de nomes como Antonio Nóbrega, Elba Ramalho, Alcimar Monteiro, Cesinha, André Macambira, Santana – O Cantador, Spok, Inaê Silva e Alison Lima, entre outros. A partir daí aprofundou e aprimorou seus conhecimentos e técnicas em danças brasileiras, tornando-se uma referência na área. Em 2012 participou do Concurso de Passistas em Recife, onde ganhou o 2º lugar. De 2010 a 2015 participou da abertura do Carnaval de Recife no Marco Zero, ao lado de importantes artistas brasileiros, com apresentação de danças populares de várias cidades de Pernambuco.

André Santana participou de importantes eventos em dança como Seminário Internacional de Brasília, sob o comando de Giselle Santoro, além de tirar o 2º lugar na categoria Contemporâneo, ganhou uma Bolsa de Estudos para o Canadá, na Escola La Mondense, dirigida por Mônica Proença e David Rodrigues. Posteriormente foi convidado a apresentar-se em São Luis do Maranhão, com a Ballet Gonzalez. Em 2016, sua coreografia “Cheguei”, feita para integrantes do Estúdio de Ballet Cisne Negro, ganhou o 2º lugar  no TANZOLYMP 2017 em Berlim.

Bateria e guitarra


            Spok e Quinteto

Já as oficinas de bateria e guitarra serão ministradas, nos dias 10 e 11/11, com os integrantes do “Spok e Quinteto”, grupo de jazz fundado em 2001, no Recife, com a SpokFrevo Orquestra, comandada pelo virtuoso Spok e formada por 18 jovens e músicos pernambucanos. O objetivo era dar ao frevo um tratamento diferenciado, com arranjos modernos, harmonias arrojadas e onde os músicos abusam da liberdade de expressão em improvisos maravilhosos, onde fica clara a influência do jazz. Atualmente como “Spok e Quinteto”, a banda continua com a mesma pegada, rodando o país.

“O frevo é uma música única e diferente de todas, animada e com uma magia especial: a de passar felicidade”, descreve Spok. No repertório da orquestra estão músicas populares como: frevos de rua instrumentais e alguns frevos canções que mostram a cara do povo pernambucano. Na estrada, já têm passagens pelo festival Les Rendez-vous de L´Erdre em Nantes (França), o V Mercado Cultural de Salvador (BA), quando foram comparados a Luckman Jazz Orchestra de Los Angeles, pelo escritor e saxofonista Luís Fernando Veríssimo. Já participaram também do Festival de Jazz de Cascavel (PR), do Festival Um Sopro de Brasil (SESC Pinheiros), em clubes de jazz de São Paulo e Rio de Janeiro, sempre com presença de grande e animado público.

Durante a oficina, serão apresentados conceitos estéticos da bateria do frevo, além de contextualizar historicamente a utilização da bateria no frevo e sobre o desenvolvimento de ritmos, manulações e rudimentos básicos da bateria do estilo musical. “A atividade tem como objetivo  proporcionar que os  alunos entendam a prática da bateria do frevo por intermédio da estética aplicada por Adelson Silva, um dos membros, observando suas particularidades bem como a linguagem característica do estilo. Ele aborda desde o contexto histórico, explicando a trajetória da bateria na história do frevo, apontando os fatores que impulsionaram a utilização do instrumento no estilo, como também, disserta sobre sua própria história, encaminhando os alunos através de suas descobertas pessoas elencadas durante sua carreira musical”, explica Spok.

O Festival

O Festival Música na Estrada promove desde 2011 programações gratuitas de arte e cultura com o objetivo de formar plateias para apreciação musical e promover intercâmbios para a valorização de conteúdos artísticos de várias regiões do país. Todas as atividades do evento são gratuitas. Este ano, após Belém, o festival segue para Brasília, de 9 e 19 de novembro. Na sequência, o Festival chega a Manaus para uma temporada que vai de 20 de novembro a 6 de dezembro. Santarém, no Pará, celebrará o retorno do Festival de 22 a 26 de novembro. De 13 a 17 de dezembro, já em clima natalino, será a vez de Porto Velho receber o Festival pela sétima vez. Em março de 2018 as cidades de Boa Vista e Macapá receberão o Festival. O projeto tem como objetivo conectar o público com artistas de diversas regiões do país por meio das artes. Todas as cidades receberão também oficinas de música clássica e instrumental, regência e dança.

O evento apresenta números expressivos: em 2016, foram 17 mil quilômetros percorridos em seis estados da Amazônia brasileira, com 30 apresentações, 400 pessoas entre artistas, produtores, técnicos e prestadores de serviços, 43 professores de música e de dança, 500  alunos e mais de 15 mil pessoas prestigiando as apresentações do festival. “Para este ano, estamos esperando um aumento de 20% no público a ser contemplado. Afinal, é para isso que desenhamos o Festival todos os anos: para sempre envolver, encantar e sensibilizar cada vez mais pessoas. Só  a arte é capaz desta mobilização”, diz.

Sobre a Kommitment        
Dança, música, teatro, balé e conteúdos educacionais compõem o leque de projetos da agência cultural Kommitment Produções Artísticas, de Fernando Ramos e Marcia Ximenez, fundada em 2011. Com estes projetos a produtora atende as estratégias de posicionamento de importantes marcas do mercado nacional e reforça a visão de que incentivar a cultura é uma forma de contribuir para o enriquecimento educacional de uma sociedade. Visite: www.kommitment.com.br

Mais informações – Festival Música na Estrada 

www.musicanaestrada.art.br
www.facebook.com/projetomusicanaestrada
Instagram: @musicanaestrada

Festival Internacional Les 2 Mondes: http://www.association-xanadu.com/#les2mondes

INSCRIÇÕES MASTERCLASSES> para participar dos masterclasses e oficinas os interessados precisam se inscrever pelo site http://musicanaestrada.art.br/inscricoes/

PROGRAMAÇÃO EM BELÉM
Todas as atividades são gratuitas 

NOVEMBRO

Data: 07/11/2017
Masterclasse de Regência com Maestro Fuad Ibrahimov, Azerbaijão
Local: Escola de Música da UFPA
Endereço: Av. Conselheiro Furtado, 2007 – Cremação, Belém – PA
Horário: 19 às 21h

Data: 07/11/2017
Mesa Redonda “Inovar para não dançar”
Participações Dany Bittencourt e Hulda Bittencourt (Cisne Negro Cia de Dança), Ana Flavia Mendes (UFPA e Cia
Moderno de Dança) e Mayrla Andrade (UFPA e Ribalta Cia de Dança)
Apresentação de trecho do espetáculo Plié da Cia Moderno de Dança
Local: Espaço Companhia Moderno de Dança
Endereço: Av. Conselheiro Furtado, 1648  Cremação, Belém – PA
Horário: 19h

Data: 07/11/2017
Show Jane Duboc & Amazônia Jazz Band – Lançamento do DVD Pará Instrumental Vol. 12
Regente: Nelson Neves
Local: Theatro da Paz
Endereço: Rua da Paz, s/n – Centro, Belém – PA
Horário: 20h

Data: 08/11/2017
Oficina de Dança com Andre Santana (Cisne Negro Cia de Dança)
Local: Espaço Companhia Moderno de Dança
Endereço: Av. Conselheiro Furtado, 1648 – Cremação, Belém – PA
Horário: 16h30 às 18h30 e 19h30 às 21h30

Data: 09/11/2017
Oficina de Bateria e Guitarra com professores do “Spok Quinteto”
Prof. Renato Bandeira (Guitarra) e Prof. Adelson Silva (Bateria)
Local: Academia de Música e Tecnologia
Endereço: Tv.  Rui Barbosa, 607 – Reduto, Belém –  PA
Horário: 17h às 21h

Data: 09/11/2017
Cisne Negro Cia de Dança e Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz
Regente: Maestro Fuad Ibrahimov, Azerbaijão
Local: Theatro da Paz
Endereço: Rua da Paz, s/n – Centro, Belém  PA
Horário: 20h
Programa:
REVOADA (2007), 23:04”
Coreografia e Figurinos: Gigi Caciuleanu, França
Assistente de Coreografia: Dany Bittencourt
Música: Igor Stravinsky (1882-1971)
Projeto de Luz: Raquel Balekian
Concepção de Cenografia: Gigi Caciuleanu e Raquel Balekian
Execução de cenografia: Camarim Artigos para Dança
e
ENIGMAS (2017), 32”
Música: Edward Elgar “Variações de Enigma”
Coreografia: Dany Bittencourt
Assistente de Coreografia: Patrícia Alquezar
Desenho de Luz: Cristiano Paes
Figurinos: Fábio Namatame

Data: 10/11/2017
Oficina de Bateria e Guitarra com professores do “Spok Quinteto”
Prof. Renato Bandeira (Guitarra) e Prof. Adelson Silva (Bateria)
Local: Academia de Música e Tecnologia
Endereço: Tv.  Rui Barbosa, 607 – Reduto, Belém –  PA
Horário: 17h às 21h

Data: 11/11/2017
Show Spok Quinteto em “Sotaque Pernambucano”
Local: Teatro Schivasappa
Endereço: Av. Gentil Bitencourt, 650 – Nazaré, Belém – PA
Horário: 20h

Data: 12/11/2017
Concerto com Orquestra de Câmara do Amazonas
Regente: Marcelo de Jesus
Local: Igreja Santo Alexandre
Endereço: Praça Frei Caetano Brandão – Cidade Velha, Belém – PA
Horário: 17h
Programa:
Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) Réquiem KV 626, Arranjo de Peter Lichtenthal
Antonio Vivaldi (1678-1741) As Quatro Estações, Recomposição de Max Richter

DEZEMBRO

Data: 20/12/2017
Concerto “A Ressurreição” com Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz
Solistas: Ana Lúcia Benedetti e Kézia Andrade
Sinfonia Nr. 2 em Dó menor, de Gustav Mahler (1860-1911)
Coro Lírico do Festival de Opera do Theatro da Paz
Preparador vocal/ensaiador: Vanildo Monteiro
Regente: Miguel Campos Neto
Local: Theatro da Paz
Endereço: Rua da Paz, s/n – Centro, Belém – PA
Horário: 20h

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: