Mudanças no clima podem ameaçar 50% das espécies da Amazônia a Madagascar

Da Amazônia a Madagascar, passando pelas Grandes Planícies norte-americanas, em 2080 as mudanças climáticas podem ameaçar entre um quarto e metade das espécies em 33 das regiões mais ricas em biodiversidade, segundo um relatório publicado nesta quarta-feira.

Se a temperatura média do planeta aumentar 4,5°C com relação à era pré-industrial – cenário previsto pelos cientistas se nada for feito para reduzir as emissões de gases de efeito estufa -, 48% das espécies poderiam desaparecer em certas regiões.

Mas este risco se dividiria por dois se o aumento da temperatura média se limitar a 2°C, meta fixada no acordo de Paris adotado em 2015 sob a égide da ONU, destaca esta análise publicada pela revista Climatic Change.

“A biodiversidade mundial sofrerá terrivelmente durante o próximo século, a menos que façamos tudo o que está em nossas mãos” para evitá-lo, adverte o Fundo Mundial pela Natureza (WWF), que coproduziu o estudo.

Apresentado como o mais completo sobre cerca de trinta zonas do mundo, este estudo é divulgado antes da abertura, no sábado, na cidade colombiana de Medellín, de uma importante conferência sobre o estado da biodiversidade no mundo.

Veja mais no Estado de Minas

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.