AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Anvisa aprova dois novos medicamentos para o tratamento da psoríase

De causa desconhecida, a psoríase forma lesões escamosas na pele, que se relacionam ao sistema imunológico do paciente.

Dois novos medicamentos foram incorporados ao tratamento da psoríase no Brasil. Aprovados no fim de março pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), os remédios são indicados a pacientes com psoríase, que obtiveram, ou não, resultados com os tratamentos anteriores.

O Tremfya, cuja substância é o guselkumab, trata-se de um produto biológico novo, indicado ao tratamento de adultos com psoríase em placas, ou as lesões secas e com escamas na pele.

O medicamento pode ser administrado a pacientes em estágios de moderado a grave da doença, e que são candidatos à terapia sistêmica ou fototerapia.

Já o Otezla, cujo fármaco é o apremilast, é um medicamento sintético também destinado para controle da psoríase crônica em placas, de moderada a grave, e voltado aos pacientes que não tiveram respostas a outros tratamentos, ou que são intolerante a outras terapias sistêmicas ou fototerapias.

Pacientes com artrite psoriásica ativa podem se beneficiar do Otezla, especialmente quem mostrou intolerância à terapia com medicamentos antirreumáticos modificadores da doença.

Veja mais no site O Nortão

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: