Cientistas descobrem alga-marinha brilhante

Estudo levanta a possibilidade de o próprio organismo controlar a quantidade de luz que reflete

Olhando a imagem acima, pode até parecer que alguém derrubou todo o glitter que comprou para usar no Carnaval em cima das pobres algas. Acontece que a característica, na verdade, é do próprio conjunto de organismos.

A confirmação veio de um grupo de cientistas britânicos que compartilharam suas conclusões em estudo publicado no periódico Science Advances.

Na pesquisa, eles explicam que a Cystoseira tamariscifolia tem um brilho próprio, parecido com o de uma opala. Ao analisá-la no microscópio, os cientistas descobriram que a alga possui cristais que refletem a luz dentro de suas células, e que eles colaboram no processo de fotossíntese das plantas.

Veja mais no site Galileu

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.