Ministro Gilmar Mendes manda soltar acusados de desvios em fundos de pensão

Educa

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, mandou soltar nesta sexta-feira (18/5) outros quatro presos em operação que investiga o desvio de dinheiro de fundos de pensão. A prisão preventiva deles havia sido decretada pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, no dia 12 de abril.

Foram soltos Ricardo Siqueira Rodrigues (operador), Carlos Alberto Valadares Pereira (ex-integrante do Conselho de Administração do Serpros), Adeilson Ribeiro Telles (ex-funcionário do Postalis) e Marcelo Borges Sereno (suposto operador do PT). Na terça-feira (15/5), o ministro também mandou soltar o empresário Milton Lyra, acusado de ser operador do MDB no Senado.

Eles estão proibidos sair do país sem autorização da Justiça e manter contatos com outros investigados, e devem entregar os passaportes em 48 horas.

Saiba mais no site Consultor Jurídico

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: