Petrobras volta a perder posto de maior empresa da Bolsa em valor de mercado

Ações da petroleira despencam mais de 12% após redução no preço do diesel.

Darlan Alvarenga e Daniel Silveira

om o forte tombo nas ações nesta quinta-feira (24), a Petrobras perdeu em poucas horas mais de R$ 41 bilhões em valor de mercado e voltou a perder o posto de empresa brasileira mais valiosa da Bolsa, segundo dados da provedora de informações financeiras Economatica.

Por volta das 11h50, a Petrobras estava avaliada na B3 em R$ 290,9 bilhões, voltando a ser superada pela Ambev, com R$ 314,4 bilhões. Na véspera, as empresas estavam avaliadas em R$ 332,4 bilhões e R$ 315,1 bilhões, respectivamente.

A estatal tinha retomado o posto no dia 10 de maio, após mais de 3 anos, e chegou a superar o valor de mercado de R$ 350 bilhões.

Por volta das 14h20, as ações preferenciais da Petrobras (as mais negociadas e com preferência na distribuição de dividendos) despencavam 14,48%, enquanto que as ordinárias (que dão direito a voto em assembleias da empresa) caíam 13,81%. Perto do mesmo horário, o Ibovespa caía 1,81%.

Segundo a estatal, a medida deve resultar em perda de R$ 350 milhões em receita para a companhia. “É uma medida de caráter excepcional. Não representa uma mudança de política de preço da empresa”, afirmou o presidente da estatal, Pedro Parente.

Pela metodologia da Economatica, o valor de mercado é calculado considerando a quantidade de ações fora de tesouraria e a cotação dos papéis. A máxima histórica foi registrada no dia 21 de maio de 2008, quando a estatal atingiu na Bovespa valor de mercado de R$ 510,3 bilhões.

Saiba mais no G1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.