A humanidade já consumiu mais recursos do que a Terra consegue gerar em 2018

Patrícia Gnipper

Na última quarta-feira (1º), nós já esgotamos os recursos naturais que o planeta é capaz de renovar no período de um ano. Sendo assim, a partir de agora, estamos vivendo “no vermelho” — e o preço a se pagar por isso é alto.

Quem faz o cálculo para determinar o chamado “Dia da Sobrecarga da Terra” é a Global Footprint Network (GFN), que começou esta atividade em 1970. Naquele ano, a temida data chegou no mês de dezembro, enquanto que, em 1997, o tal dia aconteceu no final de setembro. Agora, em 2018, já esgotamos os recursos naturais da Terra em agosto, o que mostra que não estamos fazendo o suficiente para preservar o planeta.

O cálculo é feito da seguinte maneira: a GNF divide a biocapacidade da Terra (que são os recursos naturais gerados a cada ano) pelo total da demanda da humanidade por tais recursos. A organização revelou que, neste ano, nós precisaremos usar a produção equivalente a 1,7 Terras para sustentar nossa sociedade. Para piorar, a previsão é de que, se nada mudar, em 2030 acabaremos precisando da capacidade de dois planetas Terra para que a demanda seja suprida.

Saiba mais no Canaltech

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: