Educa

14 lugares para se hospedar e explorar na Amazônia

Cobiçada pelos gringos, a Amazônia ainda é pouco visitada por seus conterrâneos. Nos lodges, barcos e até sem sair de Belém ou Manaus, veja como explorá-la

Barbara Ligero

Até há pouco tempo, viajar para a Amazônia era sinônimo de longas travessias de barco, noites maldormidas em redes e banhos frios. Hoje, o destino ainda reserva boa dose de emoção, mas os perrengues ficaram no passado. Já é possível encontrar hotéis completos em meio à selva e embarcações luxuosas que navegam floresta adentro. Ainda assim, uma pesquisa realizada pelo Ministério do Turismo em abril de 2017 apontou que apenas 6,5% dos brasileiros desejam conhecer a região.

Tão longe e tão esquecida do Sul e do Sudeste, a Amazônia ainda sofre com o estigma de que é um destino caro, o que faz muitos brasileiros priorizarem o Nordeste ou mesmo os destinos do exterior. O aumento da oferta, porém, já produz oportunidades como um cruzeiro all-inclusive de três noites com aéreo de São Paulo, confortável cabine com varanda e passeios diários nos rios e matas da Amazônia.

Neste e em outros pacotes, o cardápio de atividades inclui encontro com botos-cor-de-rosa, focagem de jacarés e caminhadas na selva, numa viagem viável o ano todo: na estação chuvosa, de dezembro a junho, as florestas se alagam e os passeios de barco são facilitados; na seca, de julho a novembro, formam-se as praias fluviais e os animais são vistos com mais frequência. As possíveis maneiras de conhecer a rainforest dos gringos – a maior floresta tropical do mundo para nós –, você confere a seguir.

As bases
Nos lodges de selva, nos cruzeiros fluviais e nos hotéis convencionais, confira 14 hospedagens para explorar a Amazônia, das opções mais rústicas às mais luxuosas no Amazonas, Pará e Mato Grosso.

AMAZONAS
O maior estado em território do país ainda mantém 98% de sua cobertura florestal preservada – até porque mal tem estradas – e um dos maiores mananciais de água doce do mundo. Ali fica a grande maioria dos lodges e cruzeiros amazônicos, as opções clássicas para quem quer ter uma experiência de imersão na floresta. Enquanto nos lodges o contato com a natureza é constante e aprofundado em determinada região, nos barcos você navega por paisagens variadas.

Saiba mais no Viagem e Turismo

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: