5 temas que podem cair nas questões de atualidades do Enem 2018

Educa

Já pode ir preparando os resumos para estudar!

Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) acontece nos dias 4 e 11 de novembro. Apesar de ainda faltar alguns meses para o exame, é muito importante que os candidatos já estejam se preparando durante todo o ano. Mas, além de estudar os conteúdos da escola, é essencial que os alunos também acompanhem os temas de atualidades que podem cair na prova.

Por isso, a CAPRICHO conversou com o Felipe Kox, coordenador pedagógico do Elite Rede de Ensino, para listar 5 possíveis temas de atualidades que podem ser abordados pelo exame. Vamos lá?

1. Debate sobre memória nos EUA

O debate trata sobre a retirada das estátuas de líderes sulistas, como General Lee, durante a Guerra Civil Americana, quando o Sul defendeu a manutenção do escravismo nos Estados Unidos. No ano passado, um grupo de manifestantes derrubou uma estátua dedicada aos soldados confederados, enquanto outras pessoas atacavam o monumento que homenageia as vítimas do Holocausto, em Boston.

Todo esse conflito começou quando Dylann Roof, um jovem supremacista fascinado pela Confederação, assassinou nove paroquianos em uma igreja em junho de 2015, na Carolina do Sul. Desde então, as autoridades começaram a retirar algumas estátuas e símbolos da Confederação nos Estados sulistas, mas ainda restam cerca de 1.500 monumentos.

2. Questão racial nos EUA

Com o crescimento de grupos supremacistas brancos e o lançamento do clipe This is America, de Childish Gambino, o racismo nos Estados Unidos veio à tona em discussões e debates. Embora existam várias análises diferentes sobre o vídeo, a principal é que o artista esteja denunciando o massacre (na maioria das vezes com negros sendo mortos) feito de espetáculo. Na crítica social, ele também mostra como as pessoas esquecem ou ignoram a violência ao redor delas. Vale dar uma olhadinha no clipe e nos textos sobre o tema, hein?

Saiba mais no site da revista Capricho

Amazônia Brasil Rádio Web ao vivo!

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.