Confira 7 dos negócios que mais utilizam energia elétrica no Brasil

Educa

Muita coisa mudou desde a Revolução Industrial, não só na forma de consumo, mas em como a indústria funciona. Uma dessas mudanças foi a substituição da energia a vapor pela energia elétrica — o que inaugurou na história um caminho sem volta.

Por exemplo, hoje é impossível imaginar qualquer área de uma empresa funcionando sem energia elétrica, independentemente de qual seja o tamanho do negócio ou o seu segmento. No entanto, existem atividades que demandam um maior consumo de energia — e, a seguir, você pode conferir uma lista com 7 dos tipos de empresa mais “gastonas”:

1 – Supermercados
Dentre os segmentos empresariais que mais utilizam energia elétrica para se manter em pleno funcionamento estão os supermercados. Você já parou para pensar no quanto um estabelecimento como esse depende da eletricidade?

A operação dos caixas, geladeiras de perecíveis, ar condicionado e o sistema de segurança são apenas alguns dos setores que simplesmente deixam de funcionar quando há interrupção no fornecimento de energia, hipótese que pode ocasionar sérios prejuízos.

Para se ter uma ideia, segundo representantes do setor, a conta de luz é a segunda maior despesa de algumas redes de supermercados, superando inclusive o valor do aluguel. Por isso, a busca por projetos de eficiência energética também é alta nesse tipo de negócio.

2 – Indústria automobilística
Segundo a Resenha Mensal do Mercado de Energia Elétrica da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), na corrida a caminho do consumo de energia, a indústria automobilística deixa os adversários comendo poeira.

Isso acontece porque todo o funcionamento de uma montadora de automóveis está condicionado ao perfeito funcionamento de máquinas pra lá de robustas, cujo peso chega equivaler a toneladas, e isso torna a procura pela eficiência energética uma constante no setor.

Devido ao alto custo dos itens produzidos, a interrupção ou o fornecimento de energia de baixa qualidade podem ocasionar uma série de prejuízos significativos. Na linha de pintura, por exemplo, segundo o presidente da Nissan, quando há qualquer problema no abastecimento enquanto a máquina está em funcionamento, é preciso dar uma pausa no processo e refazer toda a pintura dos automóveis que se encontram na linha de produção.

3 – Setor hoteleiro
O setor hoteleiro também entra na lista de negócios que mais utilizam energia elétrica no Brasil. Inclusive estima-se que, na maioria dos hotéis e pousadas, os gastos ocupam pelo menos uma das primeiras posições da lista de custos desses estabelecimentos.

Basta pensar na quantidade de equipamentos eletrônicos necessários para atender todos os hóspedes e manter tudo devidamente funcionando: sistemas de ar condicionado, equipamentos de cozinha, televisores, chuveiros, iluminação, etc.

Mas não é só de gastos que vamos falar aqui, também é preciso mencionar que projetos de eficiência energética têm sido uma importante ferramenta para a manutenção da economia em todo o setor que, em alguns casos, alcançam redução de 60% na conta de luz.

Veja íntegra no Mega Curioso

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: