Educa

Tiroteio em escola deixa pelo menos oito mortos na Grande São Paulo

Integrantes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar de São Paulo estão na manhã de hoje (13) na Escola Estadual Professor Raul Brasil, no Jardim Imperador, em Suzano, na Grande São Paulo, após informações de que um tiroteio no local deixou pelo menos oito mortos.

Há suspeitas de que dois atiradores invadiram o colégio e fizeram disparos. Entre os mortos estão cinco crianças, um funcionário do colégio e dois suspeitos de serem os atiradores.

Informações preliminares indicam que o caso ocorreu por volta das 9h30. Houve correria.

Há diversas viaturas do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar no local.

Atualização

A Polícia Militar informou há pouco que sibiu para dez o número de mortos em decorrência do tiroteio na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, a 57 quilômetros de São Paulo. Mais 17 pessoas ficaram feridas.

Segundo informações da Polícia Militar, dois jovens armados e encapuzados invadiram o colégio e disparam contra os alunos.

Até o momento, a PM registrou a morte de cinco alunos, um funcionário do colégio, uma pessoa que passava pela rua no momento dos disparos, além dos dois autores dos diparos. Morreu ainda uma vítima levada para hospital. Informações preliminares indicam que eles se suicidaram.

O governador de São Paulo, João Doria, está no colégio acompanhando as investigações.

O governador de São Paulo, João Doria, cancelou toda sua agenda hoje (13) para acompanhar de perto a tragédia na Escola Estadual Professor Raul Brasil em Suzano, a 57 quilômetros de São Paulo. O governador está acompanhado do secretário de Educação, Rossieli Soares da Silva, e do secretario de Segurança Pública, General João Camilo Pires de Campos.

“Assim que foi informado que havia alunos feridos dentro da Escola Estadual Raul Brasil cancelou toda sua agenda e se dirigiu ao local para acompanhar o trabalho de resgate e atendimento aos feridos”, informou a assessoria.

Pelo menos oito pessoas morreram no tiroteio, entre elas cinco crianças, os dois supostos atiradores e um funcionário do colégio. A tragédia ocorreu por volta das 9h30.

Segundo informações da Polícia Militar, dois jovens armados e encapuzados invadiram a Escola Estadual Raul Brasil, e efetuaram disparos contra os alunos. Os criminosos teriam cometido suicídio no local.

Quem são os assassinos e vítimas

O Secretário de Segurança Pública de São Paulo, João Camilo Pires de Campos, concedeu entrevista coletiva há pouco em Suzano, onde ocorreu um ataque à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, na região metropolitana de São Paulo, o governador João Dória falou à imprensa.

Dez pessoas morreram durante o ataque praticado por dois ex-alunos da escola. 

Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos, são os autores do ataque e suicidaram. 

As vítimas são os alunos do ensino médio: Pablo Henrique Rodrigues, Clayton Antonio Ribeiro, Caio Oliveira, Samuel Silva de Oliveira e João Vítor Ramos Lemos; as funcionárias Marilena Ferreira Vieria e Eliana Regina Xavier e o dono da loja de automóveis, Jorge Antonio Moraes. 

Confira a entrevista. 

EBC

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: