Educa

Luz Na Infância 4: Mais de 100 pessoas foram presas por ponografia infantil na internet

Mais de 100 pessoas que armazenavam conteúdo pornográfico de crianças e adolescentes em mídias digitais foram presas até o momento em todo o país, durante a 4ª fase da Operação Luz na Infância, coordenada pelo Ministério da Justiça.

A operação ainda está em andamento e conta com a colaboração de mais de 1,5 mil policias civis de todo o país.

Eles estão nas ruas para cumprir 266 mandados judiciais de busca e apreensão de arquivos com conteúdos e exploração sexual.

Os dados foram confirmados nesta quinta-feira (28) pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro.

Até agora, o maior número de detenções ocorreu em São Paulo. No estado foram presas , em flagrante, trinta pessoas com vídeos contendo pornografia infantil.

No Distrito Federal, foram cinco presos. Dois detidos nesta 4ª etapa da Operação Luz na Infância já tinham sido alvos em fases anteriores.

Um dos presos não só armazenava, mas produzia o conteúdo sexual.

Os detidos, nesta quinta-feira (28), tinham em média entre 19 e 29 anos. Mas também foram apreendidos adolescentes e homens de 70 anos de idade.

O coordenador do Laboratório de Inteligência Cibernética da Diretoria de Inteligência da SEOPI- Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça -, delegado Alessandro Barreto, responsável pelas investigações, relata que a maioria dos presos não tinha antecedentes criminais e era acima de qualquer suspeita.

Os vídeos apreendidos nesta 4ª fase da Operação Luz na Infância continham imagens de crianças a partir de dois anos de idade. Em algumas situações, os criminosos mantinham ambientes infantis para receber as vítimas.

EBC

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: