CIEE participa do lançamento do Observatório Parlamentar da Juventude

Iniciativa, aberta a sociedade civil, discutirá projetos ligados à empregabilidade da juventude

O Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE, entidade filantrópica sem fins lucrativos, marca presença no lançamento do Observatório Parlamentar da Juventude que acontece nesta quarta-feira, 11/3, em Brasília. A iniciativa tem como objetivo avaliar, propor e discutir projetos ligados à empregabilidade dos jovens que tramitam no Legislativo.

O Observatório, que tem o CIEE como um de seus idealizadores, já conta com a presença de 30 parlamentares e será um espaço aberto para a sociedade civil em geral e empresas. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é um dos integrantes da iniciativa, e figura entre os convidados do almoço de lançamento.

Lei da Aprendizagem

Um dos primeiros pontos a serem discutidos pelo grupo serão as mudanças na Lei da Aprendizagem (10.097/2000) propostas pelo Deputado Federal Marco Bertaiolli (PSD-SP). A lei, que completa seu vigésimo aniversário este ano, é cumprida por 2% das empresas, de acordo com pesquisa encomendada à FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) pelo Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE.

CIEE 56 anos – Transformando vidas, construindo futuros

Desde sua fundação, há 56 anos, o CIEE se dedica à capacitação profissional de estudantes por meio de programas de estágio. Em 2003, abriu uma nova frente socioassistencial com a aprendizagem. Atualmente, administra o estágio de mais de 200 mil estudantes e a aprendizagem de mais de 100 mil adolescentes e jovens. Em paralelo, mantém uma série de ações socioassistenciais voltada à promoção do conhecimento e fortalecimento de vínculos de populações prioritárias.

 

5 FATOS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O CIEE

1 – É uma entidade de assistência social, de caráter filantrópico, sem fins lucrativos e não tem qualquer vinculação com os governos, Sistema S (Sesi, Sesc, Senai) ou entidades de classe.

2 – Promove o acesso e a integração ao mundo do trabalho a adolescentes e jovens por meio da oferta de programas de estágio e aprendizagem.

3 – É uma entidade qualificada para ministrar os encontros de capacitação socioprofissional a aprendizes.

4 – É mantida por contribuições de empresas e órgãos públicos parceiros nos programas ofertados. Nada é cobrado dos jovens e adolescentes beneficiados.

5 – É dirigido com um conselho composto por educadores, profissionais liberais e empresários, todos voluntários.

 

 

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: