img#wpstats{display:none}

Comunidades indígenas recebem primeiras doações da campanha mundial SOS Amazônia

As primeiras doações da campanha SOS Amazônia, organizada pelo movimento Fridays for Future Brasil, com apoio de 16 jovens de diversos países e liderados pela ativista ambiental sueca, Greta Thunberg, chegaram em comunidades indígenas do Amazonas. Desde sexta-feira, dia 3, cestas básicas, máscaras de proteção facial e kits de higiene estão sendo entregues sob coordenação da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), responsável pela distribuição no Estado.

Aproximadamente 150 famílias das aldeias indígenas Galvão, Inhambé, Sahu-Apé e Tururukari, localizadas próximas de Manaus, além do Centro de Medicina Indígena Bahserikowi, receberam as doações.

“Uma peculiaridade dessas doações é que as cestas básicas foram personalizadas de acordo com a base alimentar dos indígenas. Então, além dos alimentos como arroz e feijão, também inserimos frutas  e verduras regionais”, afirmou uma das coordenadoras da ação, a responsável pelo Programa Cidades Sustentáveis da FAS, Paula Gabriel.

Segundo ela, ainda nesse mês, as doações serão encaminhadas para mais 620 famílias de 11 comunidades em Manaus e 400 famílias dos municípios de Santa Isabel do Rio Negro, Lábrea e Tapauá. O objetivo é chegar nas etnias Yanomami, Paumari, Apurinã, Deni, Jamamadi e Jarawara.

As doações para campanha SOS Amazônia são realizadas através do site www.sosamazonia.fund. Mais de 1200 pessoas já viabilizaram mais de R$ 226 mil. A meta da iniciativa é arrecadar R$ 1 milhão. Para os organizadores da campanha, as comunidades indígenas e ribeirinhas amazônicas são as maiores protetoras da floresta e fundamentais na luta contra as mudanças climáticas. Por isso, é importante apoiar a ação para diminuir os impactos da pandemia do coronavírus nessas populações.

        FAS

A FAS está realizando essa atividade através da Aliança dos Povos Indígenas e Populações Tradicionais e Organizações Parceiras do Amazonas para o Enfrentamento do Coronavírus, em parceria com 86 instituições, empresas, secretarias e prefeituras. Juntos, já atingiram mais de 36 mil pessoas com diversas ações, em três meses, para diminuir as consequências da Covid-19.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: