AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Plataforma permite o registro gratuito de tratores e máquinas agrícolas

O registro autoriza o trânsito de veículos em vias públicas, sem a necessidade de licenciamento e emplacamento.  

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) lançou recentemente uma novidade que pode facilitar a vida do produtor rural. Trata-se da Plataforma Digital de Registro e Gestão de Tratores e Equipamentos Agrícolas (ID Agro). O mecanismo passa a permitir o registro oficial de equipamentos agrícolas, como um trator Case, por exemplo, sem custo para o produtor rural.

Desenvolvido por meio de uma parceria entre a Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação do Mapa e o Instituto CNA (ICNA), o site pode facilitar, inclusive, na venda de tratores. Afinal, significa um dinheiro a menos para ser investido em questões burocráticas, podendo ganhar um novo destino.

O registro autoriza o trânsito de veículos em vias públicas, sem a necessidade de licenciamento e emplacamento. Além disso, promove a comercialização de tratores usados, o acesso ao crédito e as ações de segurança em relação a roubos e furtos. 

Por meio de uma cerimônia, que contou com transmissão online, a plataforma foi lançada na sede da CNA. E quem marcou presença foi a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento). Na ocasião, ela lembrou que o sistema foi implementado rapidamente pelo Mapa e pela CNA, para adequar os equipamentos agrícolas à legislação de trânsito do Brasil. “São ferramentas como esta, simples, sem custo para o agricultor, mas de grande valia, que queremos ter cada vez mais em nossa agricultura, porque é isso que precisamos”. 

De acordo com o secretário de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação do Mapa, Fernando Camargo, essa novidade atende a uma demanda de longa data dos produtores rurais. “Eles terão a carteira de identidade de seus equipamentos e vão poder transitar nas vias públicas sem ter o risco de ter uma multa”, disse.

Já o vice-presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e deputado federal José Mário Schreiner, fez questão de pontuar a vantagem econômica, já que haverá custos para realizar o registro dos tratores e máquinas agrícolas. “O que estamos fazendo hoje é o dinheiro no bolso do produtor”, disse Schreiner, que representou o presidente da CNA, João Martins, na cerimônia de lançamento.

Celso Martins

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: