Morre dublador Dário de Castro, voz do ator Russell Crowe

Carioca lutou contra a Covid-19, mas não resistiu

Dário de Castro, 72, ator e dublador, morreu na noite de quinta-feira (15), em decorrência de complicações da Covid-19. A informação foi divulgada por amigos dubladores nas redes sociais. O carioca começou na dublagem em 1978, no famoso estúdio Herbert Richers.

Desde o final da década de 1970, ele passou por todas as principais empresas do Rio de Janeiro, como também pela Televox, Tecnisom, e Peri Filmes.

Dário de Castro ficou conhecido por ser a voz dos atores Russell Crowe, Liam Neeson, William Hurt e Dolph Lundgren na maior parte de seus filmes. Ele também trabalhou como diretor de dublagem nos estúdios da Cinevideo.

Veja mais no Diário do Nordeste

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: