Sem unanimidade, Anvisa deve limitar Covaxin e Sputnik a adultos saudáveis

Lotes das duas vacinas também só poderiam ser usados após análise e liberação do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde, órgão vinculado à Fiocruz

Leandro Magalhães

A Anvisa irá analisar a liberação das vacinas Covaxin e Spunik-V nesta sexta-feira (4). A tendência é que haja uma liberação com restrição.

Segundo técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, o colegiado pode limitar a imunização das vacinas russa e indiana somente ao público adulto e saudável. Os lotes das duas vacinas também só poderiam ser usados após análise e liberação do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde, órgão vinculado à Fiocruz.

A Anvisa pretende, ainda, analisar se a Covaxin e a Sputnik-V já podem receber uma autorização inicial de quantidades limitadas de doses de vacina.

De acordo com fontes, existe uma maioria entre os diretores da Anvisa para a aprovação das vacinas – a chance de uma unanimidade é bastante improvável, ainda que os debates previstos para a reunião desta sexta-feira (04) possam alterar esse cenário.

Veja mais no site da CNN

Clique aqui e Inscreva-se agora!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: