Inflação em 2021 fecha em 10,06%, maior patamar anual desde 2015

Meta estabelecida pelo Banco Central para o ano era de 3,75%, com uma margem de tolerância de 1,5% para mais ou para menos

inflação fechou o ano de 2021 em 10,06%, como informa o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), que mede a inflação oficial do Brasil. O patamar anual é o maior desde 2015, quando o número fechou em 10,67%.

meta estabelecida pelo Banco Central para o ano era de 3,75%, com uma margem de tolerância de 1,5% para mais ou para menos. O número oficial foi 6,31% acima do esperado pela instituição.

Leia Também: Comissão da Câmara aprova o Código de Defesa do Empreendedor

A inflação de dezembro ficou em 0,73%, 0,22% menor do que o número que foi registrado em novembro, que fechou em 0,95%.

O grupo dos transportes representou um impacto considerável no acumulado anual, com 4,19%. A alta de preço nos combustíveis ajuda a explicar o índice. Outra categoria que encareceu em 2021 foram os alimentos e bebidas, com alta de 7,94%. Porém, o número é menor do que o registrado em 2020, que fechou em 14,09%.

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" para ajudar a manter esse site. basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: