AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

SIMS recebe representante do MDS para discutir segurança alimentar no Amapá

Durante reunião a SIMS firmou compromisso para a realização das conferências municipais e estadual de Segurança Alimentar e Nutricional a serem realizadas até agosto deste ano.

A gestora da Secretaria de Inclusão e Mobilização Social (Sims), Eliete Borges, reuniu-se na terça-feira, 3, com o representante do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), João Augusto de Freitas. Em pauta, a retomada dos convênios de cerca de R$ 12 milhões, para garantir a efetivação do Sistema de Segurança Alimentar no Estado. Também estavam presentes, os representantes da Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisan).

"Nosso objetivo, agora, é retomar o convênio que o Estado tinha com o MDS e assim instituir de fato e de direito o Sistema de Segurança Alimentar do Amapá e, assim poder melhorar a qualidade de vida das pessoas sob o ponto de vista da alimentação", salientou a secretária.

O Amapá vai participar do 9º encontro da Caisan, que acontece em Brasília nos dias 26 e 27. A reunião definiu ainda que, no dia 6 de março, ocorrerá a reunião preparatória para as conferências municipais e estadual, com a presença do representante do MDS.

O Amapá vai atuar em várias frentes, iniciando com a realização das conferências de Segurança Alimentar e Nutricional nos municípios, em parceria das prefeituras, com vistas à 5ª Conferência Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional, que deverá acontecer até agosto deste ano e determinará as diretrizes do Estado para a Conferência Nacional que ocorrerá, em novembro, em Brasília.

Outro ponto importante que o Estado vai trabalhar é o incentivo à produção de alimentos da agricultura familiar, fortalecimento das instituições que atuam no setor como o Conselho de Segurança Alimentar, onde tem a participação da sociedade civil, a estruturação da Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional do Amapá (Caisan-AP) que envolve, além da SIMS, as secretarias de Estado: de Desenvolvimento Rural; de Educação; de Indústria e Comércio, de Planejamento; Instituto de Desenvolvimento Rural do Amapá, Universidade do Estado do Amapá e Agência de Desenvolvimento do Amapá.

O fortalecimento dessas instituições é no sentido de operacionalizar os programas de segurança alimentar, programa de aquisição de alimentos da agricultura familiar, centrais de abastecimento da agricultura familiar, cestas de alimentos para as comunidades quilombolas, indígenas e escolas.

"Saímos do Amapá com a expectativa positiva da retomada dos componentes que fazem o Sistema de Segurança Alimentar. Essa certeza nos dá confiança para retomada dos convênios que vai entregar produtos da agricultura familiar em toda a rede de proteção social", finalizou o representante do MDS.

Valdecir Bittencourt/SIMS

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: