Educa

Videoconferência alinha soluções para superlotação e falta de medicamentos

Alinhar as ações da rede, confirmar os investimentos e traçar melhorias para a saúde do Estado do Amapá foram temas da videoconferência promovida pelo Ministério da Saúde (MS), no final da tarde desta quarta-feira, 4. O encontro online teve a participação do secretário-adjunto de Gestão da Saúde, Fernando Nascimento, e gestores das redes de saúde estadual e municipal.

A videoconferência tratou sobre as falhas e as necessidades encontradas na assistência aos pacientes usuários da saúde pública. Por conta dos problemas, o MS afirmou que as esferas estaduais e municipais terão o apoio do Governo Federal para que, o mais breve possível, sejam desencadeadas ações práticas e eficazes que evitem os problemas encontrados nos hospitais, principalmente o da superlotação.

"Além de ampliar o nosso conhecimento, essa reunião faz com que as ações do Estado sejam voltadas realmente para as programações do MS. Foi um encontro bastante direcionado, para que nós possamos ter o mesmo critério de avaliação de acordo com a equipe de Brasília", frisou Fernando Nascimento.

Ele apontou as prioridades da pasta. "As propostas apresentadas são um passo positivo para amenizarmos um dos principais problemas da saúde como infraestrutura, atendimento humanizado, superlotação, medicamentos, entre outras necessidades", explicou.

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: